Gravura Brasileira

Luise Weiss

Visite o site do artista

Obras

Currículo

LUISE WEISS
 

Clique nas imagens para visitar as páginas das exposições realizadas pelo artista aqui na Galeria

2009                    2008

                  

 

2007                             2003                               2001

                      

 

 

Luise Weiss 

(São Paulo SP 1953). 

 

Gravadora, pintora, fotógrafa, professora. Gradua-se em artes plásticas, em 1977, pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo - ECA/USP, onde é aluna de Evandro Carlos Jardim (1935), Regina Silveira (1939) e Carmela Gross (1946). Paralelamente à graduação, realiza livros com suas xilogravuras. Entre 1977 e 1987 é professora do laboratório de desenho infantil e juvenil da Pinacoteca do Estado de São Paulo - Pesp. Inicia sua carreira como professora universitária em 1984, lecionando na Faculdade de Artes Alcântara Machado - Faam, e desde 1985 dá aulas na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Em 1990 é agraciada com a Bolsa Vitae pelo projeto Fragmentos. Mestre, em 1992, pela ECA/USP, conclui o doutoramento em 1998, na mesma universidade, com a tese Retratos Familiares: in Memorian. Em 2001 vai para a Áustria, terra de seus antepassados, e munida de fotografias antigas, refotografa alguns dos locais onde ele viveram. Realiza pinturas com base nessas fotografias, expostas em 2004. Em 2002 retoma o contato com a tia-avó Clara Weiss, que lhe fornece mais fotografias de família para a execução de suas obras. Começa, em 2003, a preparação do projeto de sua livre-docência na Universidade Estadual de Campinas - Unicamp, onde desde 1997 é professora de gravura e desenho.

 

Comentário Crítico

Luise Weiss começa a expor em 1974, quando participa do circuito de exposições coletivas na cidade de São Paulo com xilogravuras apresentadas como livros. Cedo revela seu interesse por constituir um repertório de imagens a partir da investigação da própria identidade, tomando retratos de seus antepassados como base para realizar suas obras. O retrato tem um papel decisivo na relação entre a pintura, a gravura e a fotografia no trabalho da artista. Os antigos retratos fotográficos de seus familiares - frontais ou de perfil, retratos de corpo inteiro (até mesmo de casamento), mães com filhos e retratos de crianças - dão lugar a retratos pintados sem a preocupação da representação fiel: Weiss observa as fotografias antes e durante a realização das pinturas em vez de projetá-las na tela.

 

Até 1997, pinta em preto-e-branco passando a usar cores em sua produção de 1998, quando trabalha sobre retalhos de tecidos coloridos colocados na superfície do duratex. Na pintura, encobre o rosto ou partes do corpo dos retratados e faz o mesmo em litografias e xilogravuras. A fotografia não é para Weiss somente um processo de intermediação entre a pintura e a gravura. As fotografias propriamente ditas aparecem em objetos criados pela artista - como os copos com água ou mel nos quais mergulha imagens fotográficas de seus ancestrais - ou em álbuns fotográficos.

 

Copyright Gravura Brasileira

Rua Ásia, 219, Cerqueira César, São Paulo, SP - CEP 05413-030 - Tel. 11 3624.0301
Horário de funcionamento: Segunda a Sexta: 12h00 às 18h00 ou com hora marcada

site produzido por WEBCORE